domingo, 6 de abril de 2008

Dynamite Surf



Pessoal, esse vídeo não é novo e muito provavelmente vocês já viram. Mas resolvi começar as minhas postagens com ele, pois, quando o vi a primeira vez , e todas as outras, tive as mesmas reações.

1ª - Do "canário", sensacional, impressionante.
2ª - Até onde vale tudo para se fazer publicidade e propaganda?

Sim, digo isso porque não sei se é muito correto, do ponto de vista ético, jogar uma dinamite num rio, fabricar uma marolinha e assinar com a marca do cliente. A verdade é que comentam que esse vídeo começou a circular na internet como se tivesse sido feito por jovens sem nenhuma relação com a Quicksilver e/ou agência de publicidade. Mas parece que, depois de um tempo, descobriram que ele foi feito por uma agência especializada em publicidade "não oficial". Até porque, fica difícil imaginar que uma marca queira ter seu nome relacionado a um ato politicamente incorreto. Daí o fato da Quicksilver ter negado o pedido deste vídeo. Bem, a questão é que, querendo ou não, ele se "viralizou" e a marca Quicksilver foi vista, até o momento deste post, nada menos que 1.274.139 vezes.

A pergunta do dia é: Isso vale?

Em tempo: a primeira vez que vi este vídeo foi num curso sobre projetos especiais, e estas histórias foram "contadas" pelo professor do curso. Quem esteve no 2º Encontro de Redação Publicitária de Paraty, ano passado, deve se lembrar que o Túlio Paiva, da Agência Click, falou sobre ele também.

Um comentário:

Gus disse...

Muito boa a postagem e o video!
Mas sempre achei que o vídeo fosse "fake"! =)