quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Mobile Marketing, chega até nós?

Grande sucesso e novidade na Europa, o mobile marketing ainda é visto com ressalva no mercado nacional, graças à percepção equivocada do próprio mercado, que considera uma ferramenta difícil e de custo caro, acessível somente para os grandes clientes.

João Carvalho, sócio-diretor de Planejamento Criativo da agência Pontomobi Interactive, defende o uso do mobile marketing pelos anunciantes brasileiros. Na opinião dele, o mercado precisa saber que o mobile marketing é acessível, dá para fazer, já é uma realidade e é barato.

O maior benefício é levar interatividade aos mais diversos pontos, o que era restrito somente ao online é passado para o offline com o mobile marketing...
O público-alvo desta ferramenta é muito mais amplo do que jovens e pessoas com amplo domínio de tecnologia.

No mundo, temos diversas ações de mobile marketing que servem de incentivo para as empresas brasileiras. O que falta mesmo é uma grande campanha nacional que impulsione os outros anunciantes.

Segue agora uma ação da Nokia, nos EUA, e outra da Volvo, todas de mobile marketing...




Um comentário:

Maria disse...

O maior problema do moblie mkt no cenário brazuca são as operadoras. No dia que elas tirarem as garras de cima dos consumidores as coisas irão fluir naturalmente.