quinta-feira, 4 de junho de 2009

Você tem medo do Google?

Não sei se alguém já viu, mas na revista Galileu de Junho, saiu como reportagem de capa, uma matéria a respeito do Google, com a capciosa pergunta, já estampada do título desse post, seguido pelo comentário: "Se não tem, deveria começar a pensar no assunto." Exagero? Terrorismo? Não sei....

De acordo com as premonições do Barbato, não devíamos ficar espantados nem surpresos com essa capa. Assim que eu vi a propaganda na TV anunciando a revista de junho pensei "não é que o Barbato acertou..."

A matéria começa com a impactante sequência: "O Google sabe mais sobre você do que a sua mãe. O Google sabe mais sobre você do que qualquer outra pessoa ou empresa no mundo." É de assustar qualquer um, não só aqueles que estão devendo alguma coisa. Ninguém gosta de ser invadido, vasculhado, e ver sua vida revirada com apenas um "clique".

Acredito que quando as pessoas começarem a dar conta que o Google é uma enorme invasão de privacidade: física, psicológica, territorial; e que vem sem ser convidada, elas comecem a se rebelar contra essa "humilde ferramenta de busca" e percebam que Google está querendo "dar uma" de Deus: Onipresente, Onipotente e Onisciente.....literalmente.

Na reportagem, temos a informação de que todos os dias, 65% dos cerca de 1,5 bilhão de usuários da internet no mundo utilizam uma - ou algumas - das ferramentas oferecidas pelo Google. Trata-se do site mais visitado da web. São 40 bilhões de buscas por mês.

Se a internet fosse o mundo, e o Google, um governo prestando serviços a esta população de mais de 1 bilhão, ele seria o terceiro país do planeta em população, mais que o triplo dos EUA, perdendo apenas para Índia e China.

Alguém tem alguma ideia do que esses números significam? Eu não, mas que dá medo, dá!

A empresa registra tudo o que escrevem, o que fazem e o que compram seus usuários. E usam como argumento pelo o fato de vasculharem seu email, poder oferecer propagandas que mais se adequem a seu perfil....What the fuck??? (Com o perdão da má palavra...)

Mas há pelo menos uma questão legal na qual o Google se mostra ambivalente: ao mesmo tempo que tiram do ar videos do YouTube por violação de direitos, nenhum site é mais eficiente do que o próprio Google para encontrar material pirata: filmes ainda inéditos no cinema, discos inteiros convertidos em MP3, obras literárias completas...

Concluindo: é impossível se livrar da Googlelândia. Todos nós vivemos nela, e todo o futuro da web está lá.

E aí?! Deu medo??

4 comentários:

Buzina Louca disse...

Agora fiqeui com mais medo ainda...

Tem 'Marca' e tem 'Marcão' disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tem 'Marca' e tem 'Marcão' disse...

Se a gente pensar na invasão de privacidade é um absurdo, eu uma vez digitei meu nome completo na busca do Google, cara eu achei desde exames que eu fiz em médico até todos os vestibulares que eu fiz.

Imagina se eu tivesse feito uma merda grande, todo mundo saberia, dá medo.

Rodolfo Caridade disse...

Claro, cada vez mais nossas vidas estão mais expostas!

Medo? Não tenho medo! Não tenho nada a esconder!